Dia de Tiradentes: principal quadro que retrata o mártir da Inconfidência volta a ter visitação após mais de 15 anos

Dia de Tiradentes: principal quadro que retrata o mártir da Inconfidência volta a ter visitação após mais de 15 anos

A obra Tiradentes Esquartejado, que completa 130 anos em 2023, está exposta no Museu Mariano Procópio, em Juiz de Fora (MG), e a visitação é gratuita. O g1 conversou com um historiador que trouxe detalhes sobre a pintura. Quadro popularmente conhecido por Tiradentes Esquartejado está em museu em Juiz de Fora (MG)
Reprodução/TV Integração
Nesta sexta-feira (21) é comemorado em todo o Brasil o Dia de Tiradentes. Uma das peças mais emblemáticas que retrata o mártir da Inconfidência Mineira, o quadro popularmente conhecido como Tiradentes Supliciado ou Tiradentes Esquartejado, voltou a estar disponível para visitação, após 16 anos, no Museu Mariano Procópio (Mapro), em Juiz de Fora (MG).
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Em 2023, a obra completa 130 anos. Ela foi em produzida 1893, um ano após o centenário da execução de Tiradentes, pelo artista brasileiro Pedro Américo de Figueiredo e Melo. A tela, considerada uma das mais importantes e perturbadoras do século XIX, foi doada em 1922, ano do centenário da Independência do Brasil, para o acervo do museu mineiro.
Quadro Tiradentes Esquartejado no Museu Mariano Procópio em Juiz de Fora (MG)
Reprodução/TV Integração
De acordo com o historiador da Mapro, Sérgio Augusto Vicente, a pintura foi feita em um momento em que a República havia sido recém-implantada no país e passava ainda por um processo de construção e consolidação.
“Pedro Américo opta por pintar uma série de 5 pinturas históricas, representativas de diferentes momentos da Conjuração Mineira e a tela Tiradentes Esquartejado seria a última da série e, curiosamente, ele pinta primeiro essa tela, porém, ela não finaliza as outras quatro, o que desfavorece a melhor contextualização da imagem”.
A obra Tiradentes Supliciado ou Tiradentes Esquartejado
Prefeitura de Juiz de Fora/Divulgação
Apesar de Tiradentes ter se tornado ao longo da história um nome importante quando se trata da Proclamação da República, a pintura não foi bem aceita pelas autoridades republicanas e também pela crítica na época, conforme explica o historiador.
“Por ter sido associada a uma imagem que esvaziava o potencial revolucionário, rebelde e insurgente de um herói intrépido, corajoso, que lutava contra as imposições e os desmandos da Coroa Portuguesa. Por ele ter sido representado esquartejado, isso foi entendido como um esvaziamento do potencial heroico e revolucionário do personagem”.
Sérgio Augusto Vicente contou que a aceitação da obra ocorreu anos depois e, principalmente, pela população. Segundo ele, especialistas, como José Murilo de Carvalho, associam essa aceitação à tradição católica da sociedade brasileira.
“Essa aceitação e vinculação ao imaginário popular teria se dado muito por conta da tradição católico-cristã da sociedade brasileira, que associou essa representação à imagem de Cristo, do martírio cristão e da ideia da compaixão”.
Outra situação curiosa destacada pelo historiador é o fato de a peça, que representa o “herói republicano aos pedaços”, integrar o Museu Mariano Procópio, que consagrava as memórias da monarquia e é o museu que abriga o segundo maior acervo do período imperial no Brasil.
O Museu Mariano Procópio é o primeiro museu surgido em Minas Gerais. Fundado em 1915 por Alfredo Ferreira Lage, abriga um dos principais acervos do país, com aproximadamente 50 mil peças. Ele está localizado na Rua Mariano Procópio, 1.100, em Juiz de Fora e a visitação é gratuita.
Quem foi Tiradentes e por que 21 de abril é feriado no Brasil inteiro?
Mesmo com tantas referências à Inconfidência Mineira, estátua de Tiradentes só foi instalada na ALMG em abril de 2014
Raquel Freitas/g1
O feriado desta sexta-feira (21) marca a morte de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, símbolo da Inconfidência Mineira. Ele foi enforcado em 1792 e, depois, esquartejado, por traição à coroa. O movimento do qual fez parte era anticolonialista, queria a instalação da República.
Os conspiradores mineiros planejavam o fim da dominação portuguesa sobre o Brasil. Para além do mártir, Tiradentes foi um homem tagarela, namorador, teimoso, corajoso, apaixonado por livros e defensor do conhecimento.
Tiradentes morreu como traidor do Brasil, mas anos depois foi considerado herói. O dia da morte, 21 de abril, é feriado em todo o país. Ele foi declarado patrono cívico da nação brasileira no dia 9 de dezembro de 1965, com a publicação da Lei de nº 4.897, no governo de Castello Branco.
O g1 preparou uma reportagem que conta toda a história de Tiradentes: leia aqui.
LEIA TAMBÉM:
EDUCAÇÃO: Sindicato aprova reajuste de 14,95% para professores da rede municipal em Juiz de Fora
CONFIRA A PROGRAMAÇÃO: Dia Mundial da Criatividade será lembrado com série de eventos em Juiz de Fora
SAÚDE: Servidores responsáveis por pessoas com deficiência ou autismo podem optar por jornada de trabalho reduzida em Cataguases
📲 Confira as últimas notícias do g1 Zona da Mata
📲 Acompanhe o g1 no Facebook e Instagram
📲 Receba notícias do g1 no WhatsApp e no Telegram
VÍDEOS: veja tudo sobre a Zona da Mata e Campos das Vertentes

Entre para os nossos grupos:

Compartilhe:

Últimas notícias

Reféns liberadas após seis horas de operação em Toledo

Na tarde desta quarta-feira (24), duas mulheres foram feitas reféns em uma residência na Rua Rui

Reféns liberadas após seis horas de operação em Toledo

Na tarde desta quarta-feira (24), duas mulheres foram feitas reféns em uma residência na Rua Rui

Filho mantém mãe e outra mulher reféns em Toledo

Na tarde desta quarta-feira (24), uma operação conjunta entre a Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil

PRF faz a maior apreensão de cigarros eletrônicos do país em 2024

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu um carregamento de 129 mil cigarros eletrônicos, em Vitorino (PR),

Hilux capota e para a 40 metros após colisão com Prisma no Jardim Porto Alegre em Toledo

Na tarde desta quarta-feira (24), um acidente envolvendo uma Toyota Hilux e um Chevrolet Prisma foi

Chamar no whatsapp
Envie sua denúncia ou entre em contato
Envie sua denúncia ou entre em contato