Vítimas de atentado em Maringá na noite de Natal são identificadas

Foram identificadas as vítimas da tragédia familiar registrada em Maringá na noite de véspera de Natal, 24 de dezembro. O crime ocorreu no Conjunto Habitacional Hermann Moraes Barros. Entre as vítimas do atentado estão pai e filhos, além do atirador que tirou a própria vida após o crime bárbaro que chocou Maringá. VÍTIMAS DO ATENTADO: Rubens de Oliveira Santos, de 53 anos, José Rafael Barbosa Santos, de 24 anos e Caio Kodama Santos, de 18 anos. atirador foi identificado como Dario Jorge Kodama, de 56 anos. O criminoso estava armado com uma pistola 9 mm e utilizava máscara, luvas, óculos e protetor de ouvido. Dario Jorge chegou no imóvel e encontrou o portão destrancado. Ele invadiu a casa, trancou o portão e começou a atirar contra a família.Outras quatro pessoas foram encaminhadas a hospitais de Maringá e região com ferimentos graves. Uma adolescente e uma bebê de aproximadamente um ano de idade saíram ilesas do crime. O CRIME: Uma ceia de Natal terminou em tragédia, com quatro mortos a tiros, na noite desse domingo, 24, em Maringá, noroeste do Paraná. Entre as vítimas está o próprio atirador, que se matou após invadir a casa onde uma família estava reunida para a festa Conforme a Secretaria da Segurança, investigações preliminares apontam que o atirador seria parente das vítimas e a motivação seria uma briga por herança. Os crimes ocorreram em uma residência em um conjunto habitacional Hermann Moraes Barros, no Parque Palmeiras. Oito pessoas da mesma família estavam reunidas para a ceia de Natal quando o atirador chegou. O homem de 56 anos usava máscara, luvas e estava armado com pistola. Ele trancou o portão com o cadeado, invadiu a residência e começou a atirar contra o grupo. Três pessoas foram atingidas e morreram na hora. Os demais familiares tentaram fugir e dois foram atingidos por disparos. Em seguida, o homem usou a arma para tirar a própria vida. De acordo com o Corpo de Bombeiros, os mortos são um cunhado e dois sobrinhos do atirador. Um adolescente de 16 anos e uma mulher foram atingidos, mas conseguiram fugir. Os feridos foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levados para hospitais de Maringá. O estado de saúde deles não foi informado. A Polícia Militar isolou a área para a perícia. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar as mortes. O crime, em plena festa natalina, chocou os vizinhos. Inicialmente, os tiros foram confundidos com fogos de artifício. Em seguida, a grande mobilização policial atraiu dezenas de curiosos. Um trecho da rua chegou a ser interditado para o socorro aos feridos e o trabalho policial. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Paraná informou que a polícia investiga os três homicídios. “De acordo com as informações preliminares, a motivação do crime foi uma briga em relação a um imóvel da família”, disse a pasta. Fonte: GMC On Line

Entre para os nossos grupos:

Compartilhe:

Últimas notícias

DER reforça sinalização na PR-317 após série de acidentes graves entre Toledo e Ouro Verde do Oeste

Na manhã desta segunda-feira (26), trabalhadores de uma equipe terceirizada, responsável pela prestação de serviços para

DER reforça sinalização na PR-317 após série de acidentes graves entre Toledo e Ouro Verde do Oeste

Na manhã desta segunda-feira (26), trabalhadores de uma equipe terceirizada, responsável pela prestação de serviços para

Garoto realiza o sonho de conhecer o Exército Brasileiro

Macapá (AP) – O pequeno Gabriel, de apenas cinco anos, realizou o sonho de conhecer um quartel

PMPR apreende grande quantidade de armas e munições em São Miguel do Iguaçu

Na madrugada desta segunda-feira (26), durante a Operação Protetor, o Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFRON)

BPFRON e Polícia Federal apreendem veículos, agrotóxicos e diversos volumes de mercadorias contrabandeadas em Guaíra

Na sexta-feira (23/02), no âmbito da Operação Protetor, policiais militares do BPFRON-Batalhão de Polícia de Fronteira,

Chamar no whatsapp
Envie sua denúncia ou entre em contato
Envie sua denúncia ou entre em contato