Polícia Federal prende argentino condenado por abuso sexual de menor em Medianeira

Policiais federais localizaram e prenderam homem, de nacionalidade argentina, que estava foragido da justiça pelo crime de abuso sexual de menor e vivia na área rural de Medianeira, região oeste do estado do Paraná.
 
O criminoso, de 52 anos, foi condenado pelo crime de estupro de vulnerável, cometido no ano de 2007, dentro de uma escola daquele país enquanto exercia sua função de fisioterapeuta. Como consequencia do abuso, a menor teria engravidado do homem, tendo a criança nascida em agosto de 2008. Além do abuso, o condenado ainda teria ameaçado de morte a menor caso ela o denunciasse.
 
Após diligências na região rural de Mara Lúcia, em Medianeira, os policiais, por volta das 07:20h, identificaram e prenderam o indivíduo que vivia em uma casa simples de difícil acesso. O foragido foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Federal em Foz do Iguaçu, onde ficará preso até a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre o processo de extradição.
 
PF

Entre para os nossos grupos:

Compartilhe:

Últimas notícias

Veículo furtado é recuperado e dois homens são presos por receptação em Toledo

Na noite da sexta-feira (21), por volta das 18h00min, a equipe ROTAM da Polícia Militar de

Veículo furtado é recuperado e dois homens são presos por receptação em Toledo

Na noite da sexta-feira (21), por volta das 18h00min, a equipe ROTAM da Polícia Militar de

Confusão em bar termina com ameaças e agressão em Toledo

Na noite da sexta-feira (21), por volta das 20h00min, a Polícia Militar de Toledo foi acionada

Polícia Militar de Toledo prende indivíduo por tráfico de drogas com auxílio de cão farejador

Na noite da sexta-feira (21), por volta das 22h30min, a equipe ROTAM, em operações com cães,

Ação conjunta da Polícia Civil e Militar intensifica fiscalização em Palotina e Maripá

Na noite de sexta-feira (21/06/2024) ocorreu um trabalho integrado entre a Polícia Civil e Militar da

Chamar no whatsapp
Envie sua denúncia ou entre em contato
Envie sua denúncia ou entre em contato