MP de Goioerê solicita novas diligências no caso do bebê de seis meses que morreu na Santa Casa

O Ministério Público de Goioerê solicitou novas diligências no caso do bebê do sexo masculino, de seis meses, que deu entrada já em óbito no pronto atendimento da Santa Casa de Goioerê por volta das três horas da madrugada do último dia 17 de abril.

 

O laudo do Instituto Médico Legal não apontou sinais de violência e havia sido solicitado o arquivamento do caso. No entanto, o representante do MP, através de mensagem enviada ao Goionews, disse que “entendeu que as diligências realizadas são insuficientes para elucidar o caso, tendo determinado a continuidade da investigação”.

 

Quando deu entrada no hospital, o bebê apresentava manchas no braço e nas pernas, o que ensejou que ela poderia ter sido vítima de alguma violência. Os pais informaram que segundo os pais seriam de picadas de insetos, uma vez que a criança é alérgica.

 

Não foram informadas quais são as novas diligências que foram solicitadas pelo Ministério Público.

 

Goionews

Entre para os nossos grupos:

Compartilhe:

Últimas notícias

Veículo furtado é recuperado e dois homens são presos por receptação em Toledo

Na noite da sexta-feira (21), por volta das 18h00min, a equipe ROTAM da Polícia Militar de

Veículo furtado é recuperado e dois homens são presos por receptação em Toledo

Na noite da sexta-feira (21), por volta das 18h00min, a equipe ROTAM da Polícia Militar de

Confusão em bar termina com ameaças e agressão em Toledo

Na noite da sexta-feira (21), por volta das 20h00min, a Polícia Militar de Toledo foi acionada

Polícia Militar de Toledo prende indivíduo por tráfico de drogas com auxílio de cão farejador

Na noite da sexta-feira (21), por volta das 22h30min, a equipe ROTAM, em operações com cães,

Ação conjunta da Polícia Civil e Militar intensifica fiscalização em Palotina e Maripá

Na noite de sexta-feira (21/06/2024) ocorreu um trabalho integrado entre a Polícia Civil e Militar da

Chamar no whatsapp
Envie sua denúncia ou entre em contato
Envie sua denúncia ou entre em contato