Foz – Nascem 5 pássaros de ovos encontrados escondidos no sutiã de passageira no aeroporto

Segundo o Parque das Aves, que está cuidando dos animais, os filhotes que nasceram nos ovos que eclodiram pertencem ao grupo dos tucanos. Porém, ainda não é possível precisar a espécie de ave.

 

Cinco pássaros nasceram de ovos que foram encontrados no sutiã de uma passageira no aeroporto de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.

 

Os ovos foram apreendidos em uma fiscalização da Polícia Federal na sexta-feira (13). Ela afirmou aos policiais que os ovos eram de codorna e seriam para a alimentação dela. Disse ainda que os levaria para Assunção, capital do Paraguai.

Segundo o Parque das Aves, que está cuidando dos animais, os filhotes que nasceram nos ovos que eclodiram pertencem ao grupo dos tucanos. Porém, ainda não é possível precisar a espécie de ave.

 

Ovos ficaram em incubadora

Os ovos e os filhotes recém-nascidos estão sob os cuidados intensivos da equipe técnica na quarentena do Parque das Aves.

Paloma Bosso, diretora técnica do parque, explica que os ovos foram mantidos em uma incubadora e, aos poucos, foram eclodindo.

 

“Inicialmente, não foi possível nossa equipe confirmar a identificação da espécie de ave responsável pela postura dos ovos, nem mesmo determinar se tratavam-se de ovos de uma mesma espécie. Após os procedimentos primários de higienização e exames de ovoscopia e avaliação de batimento cardíaco embrionário, os ovos seguiram para uma incubadora para manter níveis controlados de temperatura e umidade”, afirma.

De acordo com ela, o primeiro ovo eclodiu na quarta-feira (18). Na quinta (19) outros três filhotes nasceram e nesta sexta (20) um quinto.

 

“Foi identificado como um animal do grupo dos ranfastídeos, ordem na qual são encontrados aves como os tucanos e os araçaris. […] Até o momento já são 5 filhotes de ranfastídeos e temos outros 2 ovos sendo incubados”, explica.

Passageira viajava com ovos escondidos

Conforme a Polícia Federal, a passageira que teria como destino Assunção, capital do Paraguai, passou por uma fiscalização de rotina, momento em que os ovos foram encontrados escondidos no sutiã dela.

 

A mulher argentina, de 30 anos, afirmou aos policiais que os ovos seriam para a alimentação dela. Ela afirmou ainda que os ovos eram de codorna e que os levaria para Assunção.

Após ser ouvida, a passageira foi liberada. Segundo a PF, ela não foi detida porque não foi possível identificar de qual espécie se tratavam os ovos, que após apreendidos foram encaminhados para a avaliação e possível identificação da espécie por equipe especializada.

 

A Polícia Federal afirmou que o transporte de ovos sem autorização pode configurar crime de tráfico de animais silvestres, com penas de mesma gravidade a quem mata, persegue, caça, apanha, utiliza e vende espécimes da fauna.

Informações sobre a retirada de animais do habitat natural para venda podem ser denunciadas anonimamente pelo disque-denúncia, por meio do telefone 181.

 

Fonte: G1 Paraná

 

Foto: Reprodução

Entre para os nossos grupos:

Compartilhe:

Últimas notícias

Motociclista sofre ferimentos moderados após colisão com carro próximo ao Lago Municipal em Toledo

Na tarde desta terça-feira (23), por volta das 16h00, um acidente do tipo colisão ocorreu na

Motociclista sofre ferimentos moderados após colisão com carro próximo ao Lago Municipal em Toledo

Na tarde desta terça-feira (23), por volta das 16h00, um acidente do tipo colisão ocorreu na

Ladrão que tentou dar uma de “espertinho” é capturado pela Guarda Municipal após furto de bicicleta em Toledo

Na tarde desta terça-feira (23), a Guarda Municipal de Toledo foi acionada por meio de rádio

Deputado Sperafico visita terras invadidas em Terra Roxa e cobra providências

Na última semana, a tensão aumentou significativamente em Terra Roxa, no Oeste do Paraná, devido à

Acidente na PR-317 entre Toledo e Ouro Verde do Oeste deixa motociclista gravemente ferido

Por volta das 17h00 desta terça-feira (23), um acidente de trânsito envolvendo dois veículos foi registrado

Chamar no whatsapp
Envie sua denúncia ou entre em contato
Envie sua denúncia ou entre em contato