Deputado Sperafico vota favorável a PL que põe fim a benefícios a invasores de terra

Em uma sessão marcada por intensos debates, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou na última terça-feira (21) o Projeto de Lei 709/23, com 313 votos favoráveis e 120 contrários. A decisão é vista como uma vitória significativa da bancada ruralista. O PL 709/23 faz parte de um pacote legislativo conhecido como “pacote anti invasão de terra”, composto por 17 propostas que visam combater às invasões.
O texto aprovado estabelece penalidades severas para quem praticar os crimes de invasão de domicílio ou esbulho possessório. De acordo com o projeto, invasores que utilizarem violência, grave ameaça ou agirem em grupos de mais de duas pessoas para invadir terrenos ou edifícios alheios, enfrentarão as seguintes restrições:
• Proibição de contratar com o poder público em todos os âmbitos federativos.
• Proibição de inscrever-se em concursos públicos ou processos seletivos para a nomeação em cargos, empregos ou funções públicas.
• Proibição de ser nomeado em cargos públicos comissionados.
• Proibição de receber auxílios, benefícios e participar de programas do governo federal.
O Deputado Federal Dilceu Sperafico (Progressistas/Paraná), um dos principais defensores do projeto, celebrou a aprovação e destacou a importância da medida para agricultores e o setor privado. “Esse PL é muito importante, em especial para os agricultores e para a iniciativa privada e vem de encontro com os anseios da sociedade, pois visa coibir as invasões de terras”, afirmou Sperafico.
A votação reflete o crescente apoio às propostas que buscam endurecer as penas contra invasores de terras, uma pauta prioritária para a bancada ruralista. Com a aprovação do PL 709/23, o governo federal dá um passo importante na implementação de uma agenda que visa proteger a propriedade privada e fortalecer o agronegócio no país.
A decisão da Câmara dos Deputados abre caminho para que outras propostas do “pacote anti-invasão de terra” sejam debatidas e votadas, sinalizando um período de mudanças significativas nas políticas agrárias e de segurança no campo.
Com a aprovação do PL 709/23, a bancada ruralista reforça seu poder e influência no Congresso, e os próximos passos serão acompanhados de perto por todos os setores envolvidos, desde os grandes proprietários rurais até os movimentos sociais e defensores da reforma agrária.
Por Clóvis Pedrini Jr.

Entre para os nossos grupos:

Compartilhe:

Últimas notícias

Polícia Militar apreende drogas em Marechal Cândido Rondon após abordagem suspeita

Na quinta-feira (20), por volta das 10h30, a equipe ROTAM da Polícia Militar, em patrulhamento pelo

Polícia Militar apreende drogas em Marechal Cândido Rondon após abordagem suspeita

Na quinta-feira (20), por volta das 10h30, a equipe ROTAM da Polícia Militar, em patrulhamento pelo

Automedicação em alta: 86% dos brasileiros utilizam medicamentos sem orientação médica

Quando os primeiros sintomas de gripe ou resfriado surgem - garganta arranhando, nariz escorrendo e dores

Colégio Cívico-Militar Novo Horizonte do Jardim Coopagro realiza cerimônia de entrega de certificados em Toledo

Na manhã desta sexta-feira (21), o Colégio Cívico-Militar Novo Horizonte, localizado no Jardim Coopagro em Toledo,

Capotamento na Rodovia 163 entre Toledo e Cascavel deixa dois feridos

Na manhã desta sexta-feira (21), um acidente tipo capotamento foi registrado na Rodovia 163, que liga

Chamar no whatsapp
Envie sua denúncia ou entre em contato
Envie sua denúncia ou entre em contato