Já em alerta, Toledo planeja combate à dengue para os próximos meses

O Centro Municipal de Controle de Endemias recebeu, na tarde desta terça-feira (10), o quinto encontro deste ano do Comitê Municipal Intersetorial de Combate à Dengue, Chikungunya e Zika Vírus de Toledo. As estratégias de combate ao Aedes aegypti para os próximos meses estiveram no centro dos debates.

 

O principal ponto de preocupação diz respeito ao número de casos e notificações de dengue registrados neste ano epidemiológico. Do início de agosto até 6 de outubro, 173 pessoas já procuraram os sistemas público e privado de saúde com sintomas típicos de dengue (dor de cabeça, febre, manchas avermelhadas pelo corpo, entre outros) – destas, 8 testaram positivo (3 residem no Europa, 2 no Coopagro, 1 no Centro, 1 no Panorama e 1 no Porto Alegre), 22 aguardam resultado dos exames, que resultaram negativo em 143 casos.

 

A quantidade de casos acumulada até a primeira semana de outubro é motivo de preocupação para os integrantes do comitê. “As confirmações logo no começo de agosto foram bastante atípicas, pois, no ano passado, nesta mesma época, só tínhamos duas notificações positivadas”, explica a diretora de Vigilância em Saúde, Juliana Beux Konno, que apresentou um relatório com dados de cada mês (de janeiro a setembro) de 2023, entre os quais se destacaram o número de notificações (1.790) e multas (264) emitidas por agentes de combate a endemias (ACEs) em desfavor de proprietários que deixaram seus imóveis se tornarem criadouros para o mosquito transmissor da dengue e de outras doenças.

 

Agente Mirim – Marcado a princípio para o último sábado (7) e cancelado em virtude das fortes chuvas, o Ecoponto Itinerante no Jardim Europa, bairro que concentra o maior número de casos de dengue em Toledo, também foi um assunto debatido durante a reunião, porém ainda não foi definida uma nova data para o evento. Por falar em combate, também foram apresentadas algumas das 270 ações educativas realizadas desde o último encontro do colegiado, em agosto.

 

A mais importante delas foi o lançamento, no fim de setembro, do Agente Mirim, programa que oferecerá a estudantes da rede municipal de ensino atividades curriculares complementares com o objetivo de conscientizar, prevenir e combater o Aedes aegypti. “Ouvi de professoras das escolas onde as atividades já foram iniciadas de que as crianças não gostaram da experiência de serem ACEs. Elas amaram! Com o talãozinho que faz parte do material fornecido na mão, elas falam ‘agora, sou agente’ e saem multando os pais caso eles não estejam mantendo o quintal limpo. Apesar do pouco tempo de funcionamento, é uma experiência que já começa a dar resultados”, avalia a coordenadora do setor Controle e Combate às Endemias, Lilian König. 

 

O sucesso alegado por Lilian foi confirmado pelo presidente da Câmara de Vereadores, Dudu Barbosa, que também é o autor do projeto que culminou na Lei nº 2.459/2022, que instituiu o projeto de lei que instituiu o Agente Mirim. “É uma iniciativa de Toledo que chamou a atenção do PTI [Parque Tecnológico Itaipu] e a Itaipu Binacional está interessada em distribuir o nosso material didático em ações semelhantes nas outras 57 prefeituras da área de abrangência da Amop [Associação dos Municípios do Oeste do Paraná]”, relata.

 

Ações educativas Também estão neste rol de atividades educativas realizadas entre agosto e o começo de outubro as participações dos ACEs nas edições do Prefeitura nos Bairros no Jardim Europa e na Grande Pioneiro, as orientações e palestras para alunos e professores de escolas e centros municipais de educação infantil (Cmeis), e as atividades de integração entre agentes de combate a endemias e agentes comunitários de saúde (ACS).

 

Falando ainda em ACEs, foi mencionada a recente contratação de 55 profissionais aprovados em concurso público para esta função. “É um reforço significativo para o trabalho que realizamos diariamente. Podemos ir agora a lugares onde ainda não era possível em função da equipe reduzida. O treinamento teórico deles foi encerrado na semana passada, e nestes primeiros dias trabalhando em campo eles estão aprendendo ainda mais”, comenta.

 

Próximos passosAlém do Ecoponto Itinerante no Europa (cuja data ainda será definida), as próximas semanas serão bastante movimentadas no que tange o combate à dengue. O quarto e último Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti [LirAa] do ano está marcado para os dias 6 e 7 de novembro e, ao fim deste mês, ocorrerá o “Dia D” de combate à dengue. “A data exata ainda será informada pelo Ministério da Saúde, mas, desde já, estamos pedindo aos parceiros do governo municipal, dos demais órgãos públicos, de empresas, associações comunitárias e entidades da sociedade civil para nos ajudar nesta e em outras atividades externas que demandam o esforço de dezenas de pessoas”, conclama Juliana.

 

A próxima reunião do Comitê Municipal Intersetorial de Combate à Dengue, Chikungunya e Zika Vírus de Toledo foi marcada para 5 de dezembro (terça-feira), às 14h, no Centro Municipal de Controle de Endemias.

 

Fonte: Prefeitura de Toledo

 

Foto: Carlos Rodrigues

Entre para os nossos grupos:

Compartilhe:

Últimas notícias

Acidente entre automóvel e moto é registrado no Jardim La Salle em Toledo

Na noite desta quinta-feira (20), foi registrado um acidente envolvendo um automóvel e uma moto no

Acidente entre automóvel e moto é registrado no Jardim La Salle em Toledo

Na noite desta quinta-feira (20), foi registrado um acidente envolvendo um automóvel e uma moto no

Veículo pega fogo e mobiliza Corpo de Bombeiros em Palotina

Na noite desta quinta-feira (20/06), o Corpo de Bombeiro Militar de Palotina foi acionado após receber

Trabalhador que faleceu em acidente em elevador na Copacol em Goioerê é identificado

O trabalhador que faleceu em um trágico acidente ocorrido por volta das 15h30min em um elevador

Polícia Civil de Palotina pede ajuda para identificar corpo de homem localizado morto entre Maripá e Toledo

A Polícia Civil de Palotina pede ajuda para identificar corpo de homem localizado morto entre Maripá

Chamar no whatsapp
Envie sua denúncia ou entre em contato
Envie sua denúncia ou entre em contato