Briga pelo poder e milhões na conta: operação desmantela grupo criminoso no Paraná

A segunda fase da Operação Carga Fria, deflagrada nesta quarta-feira (19) em Cascavel e diversas outras cidades, prendeu 10 pessoas, apreendeu 10 carros e um caminhão utilizado para o transporte de drogas. Apenas um alvo da operação ainda não foi localizado, pois está escondido no Paraguai. Os líderes da Polícia Civil e do Gaeco participaram de uma coletiva de imprensa para repassar informações sobre as ações.

De acordo com a delegada da Polícia Civil, Franciela Alberton, em agosto de 2023, as forças policias descobriram que a organização criminosa adquiria as cargas de droga nas cidades próximas ao Lago de Itaipu e que mantinham elas armazenadas em chácaras, localizadas principalmente nas cidades de Cascavel e Toledo. Neste locais, os entorpecentes eram carregados em caminhões frigoríficos com fundo falso e encaminhadas para o Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco e Rio Grande do Sul.

 

Diversos envolvidos tinham caminhões próprios e vendiam serviços de transporte para cooperativas e outras empresas, sendo que nestes momentos o transporte da droga era feito dentro do fundo falso. Segundo a delegada, as empresas não tinham conhecimento da ação criminosa.

Ainda conforme a delegada, as operações do ano passado causaram um desequilíbrio na facção, pois o líder foi preso em Balneário Camboriú. Assim, diversos membros do grupo disputavam a liderança da organização, sendo um deles um Policial Civil afastado que acabou baleado em Marechal Cândido Rondon, no dia 29 de maio de 2024.

 

Veja o vídeo no final da matéria

 

O delegado do Gaeco, Nilmar Manfrin, disse que a organização criminosa era extremamente organizada no aspecto financeiro e que contava com milhares de contas em nomes de pessoas físicas e jurídicas que atuavam como “laranjas”. Um jornalista do Rio de Janeiro foi preso, suspeito de liderar as operações financeiras. Houve resistência e confronto com os policia durante o cumprimento do mandato. Com ele foram apreendidas duas malas cheias de dinheiro e três carros de luxo.

 

 

O Promotor do Ministério Público, Sandres Sponholz, considerou essa operação como “uma das mais exitosas” já realizadas. Segundo ele, as ações da operação de hoje vão ajudar a detalhar ainda mais o modus operandi de cada envolvido na organização criminosa, com o objetivo de o MP realizar as denúncias mais detalhadas e buscar a condenação dos criminosos. De acordo com o promotor, os envolvidos podem responder por organização criminosa, tráfico de drogas, lavagem de drogas, homicídio e outros delitos correlacionados.

 

Redação Catve.com

Entre para os nossos grupos:

Compartilhe:

Últimas notícias

Mais um corpo em avançado estado de decomposição é encontrado em milharal em Marechal Rondon

Por volta das 18 horas deste domingo (21),  a equipe da Policia Militar foi acionada via central

Mais um corpo em avançado estado de decomposição é encontrado em milharal em Marechal Rondon

Por volta das 18 horas deste domingo (21),  a equipe da Policia Militar foi acionada via central

Casais celebram bodas e renovam votos na Igreja Matriz São Francisco de Assis em Toledo

Na noite do último sábado (20), a Igreja Matriz São Francisco de Assis, localizada no Jardim

Homem com genital à mostra pede cigarro e assedia mulher em Toledo

Na madrugada deste domingo (21), por volta das 02h20, uma mulher foi vítima de assédio enquanto

Acidente entre dois veículos na PR-182 próximo ao Biopark não resulta em vítimas

No início da noite de sábado (20) um acidente envolvendo dois veículos ocorreu na Rodovia Estadual

Chamar no whatsapp
Envie sua denúncia ou entre em contato
Envie sua denúncia ou entre em contato