Polícia Federal em Guaíra realizou apreensões de cigarros e armas

04/07/2013 10:01:12

A Polícia Federal em Guaíra, por meio de ação coordenada de combate aos crimes fronteiriços, apreendeu grande quantidade de cigarros contrabandeados neste começo de semana. A Operação sincronizada da Polícia Federal realizada nas cidades de Guaíra e Marechal Cândido Rondon, culminou na apreensão de aproximadamente 1000 (mil) caixas de cigarros de origem paraguaia. O trabalho, desenvolvido com base em denúncias anônimas e aliado às já costumeiras fiscalizações feitas pela PF em nossa região, resultou na prisão de 3 pessoas, apreensão de 3 embarcações, 2 caminhões, um veículo de passeio duas armas calibre 12.
Por volta do meio-dia da última terça-feira (02), policiais federais que fiscalizavam portos próximos ao Rio Taturi, zona rural de Guaíra, se depararam com cerca de 60 caixas de cigarros estrangeiros à espera de transporte em um porto clandestino. Ao se aproximar das margens do rio, a equipe policial avistou, a poucos metros do ponto inicial, vários volumes de mercadorias lacradas que depois constataram terem sido trazidas do país vizinho. Dois homens foram presos em flagrante e restaram apreendidos três barcos e um veículo GM Caravan. Os fardos continham em seu interior especialmente eletrônicos, aparelhos de videogame e congêneres. No local foram encontrados ainda duas espingardas calibre 12, uma da marca Baikal e a outra da marca Maverick By Mossberg e pequena quantidade de munição das mesmas. Dando continuidade à operação, desta vez por via terrestre e no período noturno, os policiais lograram êxito em apreender 2 caminhões no perímetro da cidade de Mal. Candido Rondon, que transportavam cerca de 400 caixas de cigarros cada um. Aparentemente não havia correlação entre as cargas. O primeiro veículo apreendido foi abordado por volta das 23h30min de terça-feira (02) e nesta ocasião, o motorista do mesmo foi preso enquanto o segundo ato deu-se por volta das 03h00min da madrugda de quarta-feira (03). Os veículos, as embarcações e as mercadorias foram entregues à Receita Federal do Brasil para providências legais enquanto os presos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal em Guaíra para a lavratura dos flagrantes correspondentes.



Fonte: Assessoria PF Guaira

Galeria de Fotos
Seja o primeiro a comentar essa notícia